Artigo da BMI Sobre Jason Wade

Jason Wade é um cara atencioso e eloqüente. Aos 29 anos, ele trás em suas letras o tipo de auto-conhecimento que se esperaria de alguém que esta na terceira década de vida, tendo sobrevivido problemas pessoais na adolescência até os 20 poucos anos, emergindo do outro lado tão inteligente quanto bonito. Ele cortês, de pé no chão, e excepcionalmente honesto. Em um mundo onde nós crescemos acostumados a apontar comportamentos questionáveis de estrelas até o excesso que geralmente vêem junto com o sucesso, Jason Wade, vocalista de banda de rock Lifehouse,é uma exceção bem vinda dessa regra.

Na história de 10 anos do grupo, Lifehouse já vendeu mais de 15 milhões de álbuns e seus singles vendem ao redor do mundo, seis singles no gráfico da ‘Billboard Hot 100’, três discos de ouro, e um disco duplo de platina. Agora, com o próximo lançamento do quinto album da banda, Smoke and Mirrors, Jason está pensando no future como tipo de objetividade que somente a idade trás.

“Quando eu comecei a escrever, comecei como forma de terapia. Eu tinha muita dificuldade em me comunicar quando eu era criança, e a música me ajudou a lidar com isso tudo. No começo, eu pudia contar com coisas como problemas de relacionamentos como material, mas eu me encontrei sem ideias, criativamente, após cerca de três anos. Foi ai que percebi que escrever nem sempre tem que ser sobre você.”

Ao invés de procurar por requicios de conflitos em sua vida para como alimento musical, Jason Wade começou a procurar a trabalhar com compositors como Richard Marx, Daughtry, Kevin Rudolf,e o produtor do álbum Jude Cole para estimular sua criatividade. Esta recente abordagem de escrever, tanto quanto perceber que a música ainda podia ser pessoal e ponderosa sem ter que ser autobiográfica, no final das contas resultou em um bocado de músicas que se tornariam a base de Smoke and Mirrors.

E da mesma forma que sua abordagem para compor mudou com a chegada de uma certa quantia de paz em sua vida, assim também mudou suas influências musicais. Como um adolescente lutando para definir a si mesmo, ele descobriu um lugar seguro no cenário do rock grunge enquanto crescia. Agora, Jason se deleita com a liberdade desenfreada de estilo, menos controlada pelas gravadoras e afins.
“Aos 16 ou 17 anos eu curtia Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden—as coisas típicas para um garoto crescendo em Seattle. A medida que fiquei um pouco mais velho eu descobri Radiohead e Coldplay. Então, eu comecei a escutar muito das músicas de Billie Holiday… muito de Sinatra e Edith Piaf. Eu também descobri conforto na habilidade de desligar meu celebro para música sem letras, ultimamente eu estou escutando coisas que foram escritas para filmes—observando como a música certa em uma cena pode ser tão incrivelmente comovente e como eu posso aplicar isso nas minhas composições.”

A medida que a idade de Jason Wade avança, também avança a idade de suas músicas. Ninguém o culparia por confiar no que tem funcionado —o que tem até aqui ajudado a definir uma maravilhosa carreira de sucesso. Smoke and Mirrors poderia ser um cd do Lifehouse que se parece com o cd anterior, e os fãs leias e entusiasmados provavelmente estariam satisfeitos. Por outro lado, é possível que eles estejam crescendo e amadurecendo assim como ele. Talvez Wade esteja no caminho certo: Permita a si mesmo envelhecer e amadurecer assim como envelhece e amadurece a sua base de fãs, e você significará para eles agora tanto quanto você significava no começo.

“Nós tocamos não muito tempo atrás, e eu pupde ver 3 mulheres—filha, mãe,e avó, todas juntas, cantando todas as nossas músicas. Três gerações de fãs. Isso é incrível.”

Matéria escrita por Drew Kennedy, cantorar,compositora e escritora freelance.

Para ler a matéria original (em inglês) acesse aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: